Conheça a Igreja Central

A história da Igreja Presbiteriana Central está intimamente ligada à história de Londrina. A mesma fértil terra roxa, que fez florescer a terceira maior cidade do Sul do Brasil, também recebeu as sementes do Evangelho e o serviço ao próximo, que frutificaram e fizeram dessa Igreja uma das mais relevantes do Norte do Paraná, expressão viva do amor de Cristo em todas as definições bíblicas.
A primeira expedição inglesa, para desbravar a imensa floresta onde nasceria Londrina, chegou ao Patrimônio Três Bocas em 21 de agosto de 1929. Em 10 de dezembro de 1934, o município foi oficialmente instalado.
Um ano depois, em 1935, vindos de Alto Jequitibá – MG, o casal de presbiterianos, formado por Pedro e Olívia Belarmino de Faria, chega à cidade ainda em fase de colonização. Mesmo acomodados em uma pequena casa de madeira, desde o início abriram as portas e dedicaram seu lar ao serviço para o Reino de Deus.
Os Belarmino Faria passaram, então, a hospedar os presbiterianos que chegavam a Londrina, além dos pastores, os missionários e todos aqueles que vinham para o trabalho evangelístico. Era o início da Igreja Presbiteriana Central que, profeticamente, já apontava para a atual e crescente estrutura de células.
Com o crescente número de irmãos que afluía à casa da família, uma das paredes foi derrubada para acomodar mais pessoas para os cultos. Os participantes louvavam, oravam e eram edificados pela pregação da Palavra sentados em tábuas de peroba apoiadas em caixotes. Em 19 de julho de 1936, o Presbitério do Norte do Paraná reconheceu, oficialmente, a congregação.
Em 7 de setembro do mesmo ano, foi inaugurado o Salão de Cultos, construído com madeira simples e medindo 6 x 9 metros, no terreno ao lado da casa dos Belarmino onde, anos mais tarde, seria construído o Templo da Rua Benjamin Constant.
De 1936 a 1940, a Igreja era visitada por pastores itinerantes. Nessas ocasiões, as crianças eram batizadas, os irmãos eram recebidos em profissão de fé, casamentos eram realizados e havia, também, a celebração da Ceia do Senhor.
O salão de madeira só foi demolido em novembro de 1954, para a construção do Edifício de Educação Religiosa, onde foram edificados o anfiteatro, o salão comunitário e as salas de aula. No terreno ao lado dessa edificação, foi construído o templo de alvenaria, inaugurado em 17 de agosto de 1947.
Diversos homens de Deus foram usados pelo Senhor para auxiliar na implantação, na consolidação, no pastoreio e no crescimento da Igreja Presbiteriana Central de Londrina. Entre eles, lembramo-nos dos reverendos Henrique de Oliveira Camargo, Zaqueu de Melo, Luis Pereira Boaventura, Manoel Barbosa de Souza, Argemiro de Oliveira Souza, Sabatini Lalli, Ataídes Antônio da Costa, José Pereira de Souza e Moacir Jordão de Almeida.
A Igreja Presbiteriana Central também legou a Londrina marcantes iniciativas na educação e na saúde. O Colégio Londrinense, assim como a Universidade Estadual de Londrina (UEL), que teve seu embrião em um projeto apresentado por Zaqueu de Melo, além da UniFil, Centro Universitário Filadélfia e Hospital Evangélico são instituições de reconhecida importância, que ajudaram a alavancar o progresso da cidade e a formar profissionais que despontaram (e despontam) Brasil e mundo afora.
A partir de 1984, com a chegada do Reverendo Dr. Osni Ferreira, a Igreja Presbiteriana Central começa a experimentar uma nova fase de expansão. Com ênfase no ensino da Palavra e no pastoreio, a Igreja estrutura novos ministérios e avança. Torna-se presente em todas as regiões da cidade, por meio dos polos e das células, leva a pregação do Evangelho para a internet e a televisão, além de servir aos mais necessitados por intermédio de programas sociais, como o Ministério Evangélico Pró Vida (Meprovi) e o Quilo do Amor.
A Igreja Central continuou crescendo, de tal maneira, que a ampliação das instalações tornou-se uma prioridade. A liderança e a Igreja oraram a Deus em busca de uma resposta, e o Espírito Santo colocou um sonho e uma visão no coração do Reverendo Osni: um grande local para realizar uma grande obra.
A materialização da fidelidade do Senhor foi o Centro de Adoração, com uma área total de 34 Mil m², localizado no coração de Londrina e com espaço para mais ampliações.
Ao completar 80 anos, em 2016, a visão da Igreja Presbiteriana Central é acolher, amar e edificar pessoas de todas as faixas etárias para serem frutíferas em Jesus. Para alcançar esse objetivo, a Igreja conta com uma bem estruturada rede de ministérios, que inclui: Células, Gideões da Oração, Louvor e Adoração, Coral, Diaconia e Recepção, Central Kids, Kairós do Rei – KDR, Metanoia Teens, Metanoia Jovens, Ministério Família, Ministério de Comunhão e Lazer, SAF – Sociedade Auxiliadora Feminina, Vida Feliz, Meprovi Comunidade Terapêutica, Meprovi Pequeninos, Ágape: Evangelismo Prisional e Comunicação.