Meditação

Viva com sabedoria e moderação!

Publicado em: dezembro de 2018 | Categorias: Meditação

A Bíblia como um todo incentiva os seus leitores a crescer no conhecimento de Deus, a adquirir maturidade espiritual. Viver e priorizar os valores do Reino de Deus, faz com que sejamos praticantes da Palavra e, assim, seremos mais parecidos com Jesus Cristo. O livro de Provérbios é riquíssimo em sabedoria e instrução. Todos deveriam ler um capítulo por dia desses ensinamentos tão preciosos. Em sua grande maioria, Provérbios foi escrito por um dos homens mais sábios do Antigo Testamento, o rei Salomão. O texto bíblico afirma: “Deu também Deus a Salomão sabedoria, grandíssimo entendimento e larga inteligência como a areia que está na praia do mar” 1 Reis 4:29. Deveríamos tirar o máximo de proveito da sabedoria divina exposta no livro de provérbios, a fim de a aplicarmos nas nossas decisões, escolhas e atividades na nossa vida diária e caminhar de maneira vitoriosa.

Deus deseja que sejamos sábios, não aos nossos próprios olhos ostentando vaidade e egoísmo, achando que somos melhores que os outros, mas com a sabedoria que vem do alto, do Pai das luzes. O escritor do livro (Provérbios) falando da sabedoria e da importância de se obedecer aos ensinamentos do Senhor, escreveu: “Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal” Pv 3:7. Como o Antigo e Novo Testamentos se completam, o apóstolo Paulo escreveu aos cristãos efésios: “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus” EF 5 :15,16. Viver de maneira sábia implica em obediência aos princípios da Palavra de Deus. Quando a pessoa tem um coração disposto a obedecer a Deus, tudo trabalha em seu favor, e os propósitos de Deus se cumprirão.

Entendemos que ser sábio não significa ter conhecimento intelectual apenas, e sim viver e aplicar a sabedoria no nosso cotidiano. Voltando para o texto básico da nossa meditação: “Como cidade derribada que não tem muros, assim é o homem que não tem domínio próprio”, vamos tentar aplicar esse ensino em nossas vidas. O domínio próprio não é algo teórico e afeta todas as áreas da vida do ser humano. Praticar o domínio próprio, ter temperança em nossas atitudes e palavras é algo que não é tão fácil como podemos imaginar. Vitor Hugo afirmou: “Não basta conquistar a sabedoria: é preciso usá-la”. Se pensarmos nos relacionamentos, a falta do autocontrole é uma das grandes causas que gera conflitos e desentendimentos familiares.

Só consegue se dominar quem é dominado por Deus. Somente o Espírito Santo que habita na vida do verdadeiro cristão, dá a graça do domínio próprio, que é gerado por Ele mesmo em nós, conhecido como fruto do Espírito. Quem não tem esse autocontrole é como a cidade com os muros caídos, que fica totalmente exposta aos ataques do inimigo. Nosso maior inimigo é o pecado.  Portanto, é preciso empenho por parte de todo aquele que deseja viver com prudência, equilíbrio e agradar a Deus. Vale a pena o nosso esforço de viver de maneira equilibrada, pois não apenas nós seremos abençoados, mas também aqueles que estão ao nosso redor e a paz e a harmonia reinarão em nossas vidas, nosso lar e nosso ambiente de trabalho.  Que Deus nos abençoe nessa busca hoje e sempre!